Você sabe o que é um plano de marketing? Continue a leitura e entenda mais sobre o tema!

Continue a leitura para saber mais sobre o que é um plano de marketing e qual sua importância para empresas de todos os tamanhos!
plano de marketing: mão escrevendo em post it

Um plano de marketing consiste em um documento que contempla todas as estratégias que devem ser colocadas em prática para que uma empresa alcance os seus objetivos e metas. Estes podem estar relacionados ao posicionamento da marca, do ponto de vista institucional, ou de produtos e serviços específicos que o negócio oferece.

É o plano de marketing que direciona o planejamento de campanhas e iniciativas da organização ao longo de um determinado período. Ele ajuda a determinar prioridades e desdobrá-las em ações.

Continue a leitura para saber mais sobre este tipo de planejamento e a sua importância para empresas de todos os tamanhos. Boa leitura!

Confira também: Guia completo sobre copywriting

Qual a importância de fazer um plano de marketing?

O plano de marketing é utilizado para identificar as forças e fraquezas da empresa, assim como as ameaças e oportunidades proporcionadas pelo mercado. Deste modo, ele ajuda o negócio a estabelecer objetivos e metas.

Com esta ferramenta, é possível ainda conhecer os desejos e necessidades dos seus clientes em potencial, o que apoia a empresa no desenvolvimento de estratégias para entregar maior valor ao consumidor.

A elaboração de um plano de marketing pode acontecer por meio de diferentes formatos, a depender do estilo da empresa e de seu segmento de atuação. Alguns mercados são mais dinâmicos do que outros e possuem certas especificidades.

Ainda assim, em suma, criar um plano com etapas e prazos para serem cumpridos dá a gestores e colaboradores um norte quanto ao que deve ser priorizado, como investir recursos e os rumos que a empresa deve tomar.

Banner livros digitais: clique para acessar!

Como fazer um plano de marketing?

Apesar das especificidades que diferentes mercados podem ter, mencionadas anteriormente, o desenvolvimento de um plano de marketing deve seguir alguns passos fundamentais. Acompanhe a seguir:

  1. Analise a empresa e o mercado;
  2. Conheça o seu público-alvo;
  3. Entenda a sua concorrência;
  4. Trace metas claras;
  5. Desenvolva as ações de marketing; e
  6. Acompanhe os resultados.

1. Analise a empresa e o mercado

Uma análise SWOT (na sigla em inglês, também conhecida em português como FOFA — Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) deve ser a principal etapa durante o desenvolvimento de um plano estratégico para a empresa.

Entenda!

Forças

Estão relacionadas às iniciativas internas da companhia que apresentam um bom desempenho. Avaliá-las ajuda a compreender o que está funcionando bem e pode ser replicado em outras áreas do negócio, por exemplo.

Veja, portanto, o que a sua empresa está fazendo com êxito a ponto de diferenciá-la no mercado. Pergunte-se o que mais chama a atenção do seu público-alvo.

Fraquezas

Aqui, entram iniciativas com desempenho abaixo do esperado. Ao avaliar as forças do negócio, é possível criar um parâmetro para analisar o que é um desempenho positivo ou negativo. Identificar quais são as fraquezas no ambiente organizacional ajuda a desenvolver um plano de ação para saná-las.

Oportunidades

Podem ser as próprias fraquezas que você gostaria de melhorar, ou pontos que não foram identificados nas primeiras etapas da análise. 

Avalie se há lacunas nos serviços prestados que podem ser revistas, ou mesmo se as metas semestrais ou anuais estão sendo atingidas dentro do esperado. A partir desta avaliação, crie diretrizes para lidar com os pontos levantados.

Ameaças

Trata-se de aspectos que podem estar fora do seu controle, como uma mudança no cenário competitivo do negócio, por exemplo.

Fique por dentro do seu mercado! Entenda quais alterações de cenário podem ser motivo de preocupação, quais as inovações e o que fazer para acompanhá-las, em que pontos os seus concorrentes se destacam etc.

2. Conheça o seu público-alvo

Construa a sua persona, ou seja, o perfil do seu cliente ideal. É preciso entender desde características como idade e gênero até hábitos de consumo, aspirações e aspectos da personalidade deste consumidor.

Dependendo deste perfil, você pode descobrir que o seu planejamento deve se desdobrar em ações mais específicas, como as de Account Based Marketing (ABM).

3. Entenda a sua concorrência

Levante todas as informações possíveis sobre os seus principais concorrentes, diretos e indiretos. 

É preciso saber onde eles estão localizados, que soluções oferecem e que valor estão entregando ao consumidor. Compare os resultados da concorrência aos da sua empresa, a fim de identificar oportunidades de melhorias ou correções de rota.

4. Trace metas claras

Defina objetivos e metas para o seu negócio. Neste sentido, considere pontos como: quanto você quer aumentar em termos de vendas, quantos novos clientes deseja conquistar, se deseja expandir o negócio com novas unidades etc.

Mas, atenção! Crie metas SMART. Ou seja, definidas com base em cinco critérios: elas devem ser específicas, mensuráveis, atribuíveis, realistas e temporais. Com as definições dos objetivos e metas do negócio, você poderá desenhar as ações e estratégias mais adequadas.

5. Desenvolva as ações de marketing

Depois de passar por todos os pontos anteriores, chega o momento de desdobrar o seu planejamento em ações práticas, a partir das quais será possível alcançar os objetivos pretendidos.Identifique as estratégias e mídias mais aderentes ao seu mercado de atuação e público-alvo. 

As possibilidades são vastas, podendo ir desde ações em meios mais tradicionais, como outdoors e mídia televisiva, até estratégias personalizadas de inbound marketing, passando ainda por marketing de influência, marketing social e pelo famoso “boca a boca”. É importante construir um excelente storytelling, que tenha fit com os anseios da sua persona.

6. Acompanhe os resultados

Monitorar os resultados é uma etapa-chave para a compreensão do sucesso ou não de um plano de marketing. Deste modo, é possível fazer ajustes ou atualizações ao longo de sua implementação.

Como medir os resultados do plano de marketing?

No livro Gestão de Marketing e Comunicação, o professor universitário Mitsuru Higuchi Yanaze explica que o processo de mensuração de um plano de marketing, tradicionalmente, inicia-se a partir da previsão orçamentária dos custos de implementação das ideias nele contidas. 

Contudo, ela ressalta a importância de esta análise se estender também para a avaliação dos resultados. “(…) por menor que seja, toda e qualquer iniciativa de marketing e comunicação deve sempre ser precedida, pelo menos, da correspondente projeção de receitas, despesas e resultado econômico”, explica.

O autor ressalta que, qualquer que seja a abrangência do plano de marketing, sempre haverá consequências econômicas para a empresa, direta ou indiretamente. Elas podem se dar a partir do aumento das receitas ou da prevenção de sua diminuição, assim como da diminuição dos dispêndios ou da prevenção de seu aumento.

“Sempre haverá um resultado econômico tangível, não importa o grau de dificuldade de mensuração ou a importância relativa ante os retornos intangíveis que possam ser considerados”, reforça Mitsuru Higuchi Yanaze. (destaque nosso)

Esperamos que você tenha gostado deste artigo sobre plano de marketing. Continue acompanhando o nosso blog e aproveite para conferir o guia que produzimos sobre gestão estratégica!

Você também pode gostar

Artigos em destaque