21 Livros de ficção para conhecer outras realidades

Livros de ficção: Mulher fantasia

Livros de ficção são uma excelente forma de viajar, conhecer novas pessoas, desvendar mistérios e viver aventuras. Tudo isso sem sair do sofá.

Muitas vezes, por meio deles, aprendemos a respeitar pontos de vista diferentes dos nossos e a nos expressarmos melhor. Você também tem aquele livro predileto que o ajudou a atravessar um momento difícil? Ou aquela história que fez você se entender melhor?

De acordo com um estudo da Universidade de York, no Canadá, é possível ter insights de coisas que aconteceram conosco no passado, a partir das situações vivenciadas por uma personagem no livro. Isto é: pela leitura, somos capazes de dar um outro sentido a nossas experiências, olhando para elas de um modo diferente.

Neste post, detalhamos o que é um livro de ficção, e quais são os principais gêneros dessas obras. Também mostramos os benefícios de ler ficção. Por último, separamos 21 dicas de livros de ficção para você começar a se aventurar agora. Confira!

O que são livros de ficção?

Livros de ficção são aqueles que contam uma história imaginada, sem ter necessariamente relação com a realidade. Ou seja, são narrativas inventadas por seus autores.

Por vezes, essas histórias usam seus personagens imaginados para retratar problemas de uma época e fazer comentários. Em contrapartida, podem ter como objetivo apenas o entretenimento, levando o leitor a viajar por mundos fantásticos e fantasiosos.

De todo modo, o que unifica esses diferentes estilos de histórias é o seu aspecto ficcional. Portanto, nenhuma história que você conhecer por esses livros aconteceu de verdade.

Qual a diferença entre ficção e fantasia? Conheça os principais gêneros de ficção

Como a definição de um livro de ficção é muito ampla, existem diferentes gêneros que agrupam histórias com características parecidas. Por exemplo, uma subcategoria de ficção é a fantasia: livros que se caracterizam por apresentar elementos fantásticos, mágicos ou sobrenaturais. 

A ficção científica lida com elementos da ciência e da tecnologia na composição de sua trama. Com frequência, analisa a relação entre o humano e o artificial, e os impactos sociais dos avanços tecnológicos. Também é comum apresentar elementos fantasiosos em suas narrativas.

Já os livros policiais costumam apresentar um mistério central, e uma personagem que tenta desvendá-lo. Finalmente, as obras de romance, em geral, são caracterizadas por um envolvimento amoroso entre os dois protagonistas, e as dificuldades que atravessam para ficarem juntos. 

Por que ler livros de ficção?

A leitura de obras de ficção apresenta uma série de benefícios, como:

  • Aumentar a empatia;
  • Reduzir o estresse;
  • Escrever melhor;
  • Diversão.

Abaixo, detalhamos cada um desses ganhos que podem ser obtidos por meio de livros de ficção:

Aumentar a empatia

Ao ler uma obra de ficção, você pode mergulhar nos pensamentos de uma personagem. Assim, pode se colocar em seu lugar, compreendendo seus pontos de vista mesmo que sejam diferentes dos seus. 

Isso foi comprovado por um estudo da Universidade de Toronto, que concluiu que as pessoas que leem melhoram seu entendimento dos outros. Afinal, nós nos envolvemos emocionalmente com as histórias. Ao transferir essa habilidade de nos colocarmos no lugar do outro para a vida real, tornamo-nos mais empáticos. 

Reduzir o estresse

Já pegou um livro para se desconectar da vida real, esquecendo dos problemas por algumas horas? Sim, os livros de ficção são ótimos aliados na hora de relaxar.

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Sussex, a leitura ajuda a reduzir em até 68% os níveis de estresse. Os participantes do estudo tiveram uma diminuição da frequência cardíaca e aliviaram a tensão muscular a partir do simples ato de ler. 

Escrever melhor

Por meio da leitura, você entra em contato com diferentes estilos de escrita e conhece palavras novas. Os livros de ficção, por não terem compromisso com a realidade, apresentam uma ampla gama de substantivos e adjetivos.

Várias vezes, eles até introduzem palavras novas! Tudo isso faz com que você se aproprie melhor de seu idioma, tendo mais recursos na hora de expressar suas ideias. 

Diversão

A leitura de ficção também é uma poderosa forma de entretenimento. Você pode conhecer outros lugares, resolver mistérios, tudo isso sem sair de casa.

Assim, os livros de ficção são bons aliados na hora de passar o tempo, além de promoverem uma série de ganhos secundários, como os citados anteriormente.

21 dicas de livros de ficção para você ler agora!

Por onde começar a leitura de obras de ficção? Pensando nessa pergunta, separamos 21 dicas de bons livros de ficção para você ler agora. Confira a lista abaixo:

  1. Ameixa, de Emma Chichester Clark; 
  2. Amor (Ex), de Mica Rocha;
  3. Ansiedade — Como enfrentar o mal do século para filhos e alunos, de Augusto Cury;
  4. Coisas não ditas, de Livia Brazil;
  5. Deuses para Clarice, de Clóvis de Barros Filho;
  6. O diário de Carson Phillips, de Chris Colfer;
  7. Os diários de Mamãe Ganso, de Chris Colfer;
  8. Felicidade roubada, de Augusto Cury;
  9. House of Cards, de Michael Dobbs;
  10. Uma história entre nós, de Isa G.;
  11. O livro da imitação e do esquecimento, de Luis S. Krausz;
  12. O livro para dragões — Como deixar seu humano mais esperto, de Laurence Yep e Joanne Ryder;
  13. Mentiras inofensivas, de Katie Dale;
  14. Pega lá uma chave de fenda — E outras divagações sobre o amor, de Ruth Manus;
  15. O rabo da serpente, de Leonardo Padura;
  16. Resident Evil — Volume 1: A Conspiração Umbrella, de S. D. Perry;
  17. O rio e o mar, de Miguel Reale;
  18. O senhor das almas, de Greg Keyes;
  19. Sua segunda vida começa quando você descobre que só tem uma, de Raphaëlle Giordano;
  20. Terra de Histórias — A série, de Chris Colfer;
  21. Wereworld — A série, de Curtis Jobling.

Abaixo, veja detalhes da sinopse de cada um desses livros:

1. Ameixa, de Emma Chichester Clark

Livros de ficção: capa de livro

No blog Plumdog, desde 2012, Emma Chichester Clark dá voz à sua cachorrinha Ameixa, que narra seu cotidiano de uma maneira divertida e sincera. As histórias são acompanhadas por ilustrações da própria Emma.

Esse livro reúne as melhores páginas do blog ao longo de um ano. Se você tem um cachorro certamente se identificará com as histórias da carismática Ameixa, e é muito provável que elas encantem até mesmo aqueles que têm uma preferência irredutível por gatos.

2. Amor (Ex), de Mica Rocha

Livros de ficção: capa de livro

Em Amor (Ex), Mica Rocha nos apresenta os dilemas amorosos de quatro meninas: Julia, Stella, Luiza e Alice.

Julia só queria trabalhar e ajudar o pai com as finanças da casa, mas acabou se envolvendo com quem não devia. Stella tinha tudo na vida, menos a coragem de acabar com um relacionamento de aparências.

Luiza sempre soube o que faria da vida: um mestrado fora do país, porém abriu mão do seu sonho para continuar com Pedro. Alice sempre quis casar e se dedicar ao marido e à casa, mas acabou se apaixonando por Antonio, que nunca poderia dar aquilo que ela queria. Quatro histórias de amor, desamor, desencontros e reviravoltas, que provam que sempre há tempo para mudar. 

3. Ansiedade — Como enfrentar o mal do século para filhos e alunos, de Augusto Cury

Livros de ficção: capa de livro

Augusto Cury nos conta a história dos gêmeos Cacá e Carol, que não gostam muito de estudar, brigam com frequência e não tiram os olhos do celular. Por vezes, preferem trocar mensagens pela internet quando estão lado a lado, em vez de dialogar.

Mas tudo isso muda quando Cacá e Carol partem em uma aventura com o avô, o psiquiatra Marco Polo. Ele acredita que as crianças devem sair do universo virtual e descobrir seu verdadeiro lugar no mundo.

Para isso, Cacá, Carol e Marco Polo embarcam em uma viagem na Floresta Viva, no coração da Amazônia. Neste passeio, as crianças aprenderão a importância da natureza, e também a controlar seus impulsos, encarar seus medos e aquietar a mente.

4. Coisas não ditas, de Livia Brazil

Livros de ficção: capa de livro

A vida de Lucie, protagonista de Coisas Não Ditas, vira de pernas pro ar, quando ela é pedida em namoro. Assumir sua paixão era algo impensável.

Sem saber lidar com a situação, e às vésperas de estrear no musical dos seus sonhos, a vida de Lucie vira do avesso. Coisas não ditas é um bom livro para rir, sentir raiva e se emocionar.

Cada capítulo é inspirado por uma música, e a playlist do livro é compartilhada pela autora Livia Brazil nas primeiras páginas.

5. Deuses para Clarice, de Clóvis de Barros Filho

Livros de ficção: capa de livro

Em Deuses para Clarice, Clóvis de Barros Filho nos transporta para um mundo repleto de heróis, disputas, traições, amor e desejo, nos oferecendo sua visão única sobre a mitologia. 

Tudo começa quando Clarice, filha de Clóvis, revela que está perdida nas aulas de filosofia, sem fazer a conexão entre todos os deuses gregos abordados pelo professor. Clóvis, então, se oferece para contar à filha tudo o que sabe sobre o assunto.

Ele cria um grupo para troca de mensagens com outros alunos que, assim como Clarice, querem mergulhar no complexo universo dos deuses gregos. Ao longo dessa conversa entre pai e filha, passamos pelos acontecimentos mais importantes da mitologia grega, e também são feitos interessantes paralelos com o mundo contemporâneo. 

6. O diário de Carson Phillips, de Chris Colfer

Livros de ficção: capa de livro

Nesse livro, Chris Colfer conta a história de Carson Phillips, que está no último ano do colégio e prestes a realizar um grande sonho: estudar jornalismo, deixando sua pequena cidade de Clover e sua família problemática para trás.

Mas, para isso, precisa sobreviver ao último ano do ensino médio, parando de questionar a autoridade dos professores e do diretor. E, o que é mais importante: convencer seus colegas a participar de uma revista literária, seu passe de entrada para a universidade.

O diário de Carson Phillips mostra o dia a dia do ensino médio, trazendo à tona, de maneira espirituosa, as relações complexas e, por vezes, hilárias, que acontecem dentro das escolas. 

7. Os diários de Mamãe Ganso, de Chris Colfer

Livros de ficção: capa de livro

Voltado ao público infantil, o livro Os diários de Mamãe Ganso conta com detalhes a participação despretensiosa de Mamãe Ganso em alguns dos maiores acontecimentos do mundo.

Entre as histórias reveladas com exclusividade nestes diários estão: sua manifestação em favor do voto feminino; a participação no show Oeste Selvagem de Buffalo Bill; e até mesmo o affair que teve com Leonardo da Vinci.

8. Felicidade roubada, de Augusto Cury

Livros de ficção: capa de livro

Felicidade roubada tem como personagem central o neurocirurgião Alan de Alcântara, que dedica grande parte do seu tempo à medicina.

Sua vida profissional suga toda a sua energia, e, apesar de amar sua família, mal convive com ela. As coisas se complicam quando, durante uma cirurgia, Alan é acometido por uma crise de pânico e não é capaz de terminar o procedimento.

Ele pensa estar sofrendo um ataque cardíaco, e não admite o diagnóstico: transtorno psíquico. Alan verá suas certezas desmoronarem diante da doença, que irá significar, em última instância, uma oportunidade rara para se reconstruir como ser humano.

9. House of Cards, de Michael Dobbs

Livros de ficção: capa de livro

House of Cards, livro de Michael Dobbs que inspirou a série estadunidense de mesmo nome, é uma teia de intrigas pessoais e políticas. Ele conta a história de Francis Urquhart, líder da bancada governista do Parlamento Britânico, e seus esquemas e manipulações a fim de atingir seu objetivo maior: o cargo de primeiro-ministro.

10. Uma história entre nós, de Isa G.

Livros de ficção: capa de livro

Neste livro, Isa G. constrói uma delicada e autêntica narrativa, com o mesmo estilo que a consagrou nas redes sociais.

A autora narra o encontro de duas pessoas com personalidades diferentes: ela — intensa, sentimental e profunda; ele — racional, calado e temeroso. Assim, nasce uma história em comum.

No entanto, como ocorre muitas vezes, o passado assombra o presente, e nem sempre nossas histórias acontecem como queremos.

11. O livro da imitação e do esquecimento, de Luis S. Krausz

Livros de ficção: capa de livro

A narrativa de O livro da imitação e do esquecimento gira em torno de Manfred Braunfels, historiador alemão radicado em São Paulo há quase vinte anos. Professor na Universidade de São Paulo, ele está empenhado em uma pesquisa a respeito da vida dos escravos na Palestina sob o domínio romano.

Seu propósito é criar um livro que alcance o estatuto de clássico em sua especialidade. Em meio à sua pesquisa, são inúmeras as digressões a respeito da diferença entre as grandes obras consagradas e aquelas que acabam caindo no esquecimento.

12. O livro para dragões — Como deixar seu humano mais esperto, de Laurence Yep e Joanne Ryder

Em O livro para dragões — Como deixar seu humano mais esperto, somos apresentados à senhorita Drake, uma “dragoa” de três mil anos de idade, que conseguiu matricular seu “bichinho de estimação”, a humana Winnie, na Academia Spriggs, uma escola extraordinária.

Lá, Winnie encontra a possibilidade de fazer novas amigas, algo a que não está muito acostumada, além de aprender magia. Tudo vai bem, até que um plano do avô de Winnie para tirar a menina de San Francisco e de sua mãe é descoberto.

Assim, a senhorita Drake precisará usar sua astúcia e sua mágica para impedir que isso se concretize.

13. Mentiras inofensivas, de Katie Dale

Livros de ficção: capa de livro

Mentiras inofensivas gira em torno da relação entre Louise e Christian, duas pessoas que parecem feitas uma para outra. No entanto, Christian nunca fala sobre o passado e parece estar sempre escondendo algo.

Até que os jornais revelam um grande segredo sobre ele, e Louise começa a desconfiar de que o pouco que sabe é uma grande mentira. Quem será que está dizendo a verdade? Louise pode confiar em Christian?

14. Pega lá uma chave de fenda — E outras divagações sobre o amor, de Ruth Manus

Livros de ficção: capa de livro

Coletânea de textos inéditos da autora Ruth Manus, Pega lá uma chave de fenda encontra a autora fazendo uma ode a diferentes tipos de amor.

Amor romântico, amor-próprio, até o amor aos pais, representado pelo texto que dá título à obra. Ruth Manus vê o amor em lugares que muitos de nós não perceberiam, como carrinhos de supermercado e canjas de galinha. 

15. O rabo da serpente, de Leonardo Padura

Livros de ficção: capa de livro

Neste livro policial, o detetive Mario Conde investiga um crime ocorrido no velho Bairro Chinês, de Havana. Em meio à investigação, Conde acaba descobrindo conexões e relacionamentos inesperados, negócios secretos e atividades ilegais.

Além disso, conhece uma história de honra e desgraça que o faz entender a realidade de muitas famílias de imigrantes asiáticos.

16. Resident Evil — Volume 1: A Conspiração Umbrella, de S. D. Perry

Livros de ficção: capa de livro

A Conspiração Umbrella é o primeiro volume da série de livros escritos por S. D. Perry, baseada no game Resident Evil. Nele, a autora usa como pano de fundo o primeiro jogo da franquia, recontando os acontecimentos registrados nas Montanhas Arklay, onde ocorrências de canibalismo assustam a população.

Além disso, Perry vai além da narrativa original e acrescenta momentos anteriores à missão dos S.T.A.R.S., com novas situações para envolver os leitores na busca por respostas aos casos bizarros que, de alguma forma, estão relacionados à corporação Umbrella.

17. O rio e o mar, de Miguel Reale

Livros de ficção: capa de livro

Nesta obra de mistério, Miguel Reale conta a história do advogado Jorge Saliba, convidado para chefiar a delegacia de uma pacata cidade litorânea, no começo dos anos 1940.

De início, ele se depara com um assassinato difícil de decifrar. Saliba percebe que há boas razões para suspeitar de muita gente, desde a esposa da vítima até o padre da cidade. O delegado terá de trabalhar o mais rápido possível, pois o assassino parece disposto a atacar de novo.

18. O senhor das almas, de Greg Keyes

Livros de ficção: capa de livro

O senhor das almas é o segundo volume dos livros que dão continuidade aos acontecimentos do game The Elder Scrolls IV: Oblivion, vencedor do prêmio de jogo do ano, quando foi lançado.

Nele, os habitantes de Tamriel continuam sob a terrível ameaça da ilha flutuante Umbriel, que traz abaixo de si um assustador exército de mortos-vivos. Mas há muitos heróis lutando contra essa força do mal.

Utilizando o universo de um dos games mais famosos da atualidade, esse livro encerra a série de dois volumes, prometendo tirar o fôlego dos fãs e fazê-los torcer a cada página pela salvação de Tamriel.

19. Sua segunda vida começa quando você descobre que só tem uma, de Raphaëlle Giordano

Livros de ficção: capa de livro

O livro conta a história de Camille, que, aparentemente, tem tudo para ser feliz: saúde, emprego e família. No entanto, ela se sente triste e desmotivada o tempo todo.

Quando Claude, um “rotinólogo”, se propõe a ajudá-la, as coisas pouco a pouco começam a melhorar. Ao passar por experiências surpreendentes e cheias de significado, Camille percebe que transformar a própria vida e retomar sonhos perdidos é mais fácil do que parece.

20. Terra de Histórias — A série, de Chris Colfer

Livros de ficção: capa de livro

Nesta série de livros de fantasia, Chris Colfer cria um conto de fadas moderno, a partir das aventuras dos gêmeos Alex e Conner. Nos diferentes volumes da saga, eles saem da vida real e embarcam em um mundo cheio de criaturas fantásticas, que eles só conheciam pelos livros.

21. Wereworld — A série, de Curtis Jobling

Livros de ficção: capa de livro

Wereworld é uma série de livros de fantasia centrada em Drew Ferran, um adolescente de quinze anos que levava uma vida mansa até que, em uma noite de lua cheia, transforma-se em um lobisomem. Ao longo dos volumes da saga, Curtis Jobling constrói uma eletrizante jornada épica de fantasia e horror.

Esperamos que você tenha gostado das recomendações de livros de ficção! Que tal conferir também nossa seleção de livros para ansiedade?

Você também pode gostar

Artigos em destaque