Apresentando o Bookgram, a união entre Instagram e livros

Bookgram: mulher lê pelo celular

Há quem acredite que o avanço da tecnologia contribui para uma geração de pessoas interessadas apenas em telas e redes sociais. Contudo, os jovens das novas gerações, vem provando que a internet e as redes podem ser espaços para discussões muito construtivas.

Um exemplo são os chamados Bookgrams, ou Bookstagrams: contas em que pessoas compartilham seus livros favoritos, propõem bate-papos sobre literatura e incentivam o hábito da leitura, sobretudo entre os mais jovens. 

Principalmente durante a pandemia, o crescimento deste nicho foi exponencial. Exemplo disso é a hashtag #bookstagram, que conta hoje com mais de 80,8 milhões de publicações, de acordo com a própria plataforma do Instagram.

Mais que isso, os perfis literários nas redes sociais vêm transformando a leitura no país. Hoje, apenas 52% da população brasileira têm hábitos de leitura, mas estudos mostram que o Bookgram impactou positivamente o mercado livreiro. Se tornando, hoje, uma das principais formas de divulgação. 

Influenciadores literários podem, inclusive, construir uma carreira nessas plataformas. Por isso, se você quer entender melhor esse fenômeno social e saber como pode participar dele, não deixe de continuar lendo este conteúdo!

O que é um Bookgram?

O nome “Bookgram”, ou “Bookstagram”, é uma aglutinação entre dois termos principais: “book” — que significa “livro”, em inglês — e “Instagram”, nome da rede social em que os perfis são criados. 

Eles dizem respeito a contas de instagram dedicadas a falar principalmente sobre livros, com posts que vão desde recomendações e resenhas até propagandas, TAGs, discussões e até divulgações pagas.

O Bookgram se caracteriza, portanto, como um espaço para que qualquer pessoa possa compartilhar a sua paixão pelos livros e conhecer outros grupos com interesses similares. Embora seja pensado para abordar sobretudo temas ligados à literatura, não é raro encontrar perfis que falam também sobre:

  • Mercado editorial;
  • Escrita criativa;
  • Estilo de vida;
  • Vida acadêmica; etc.

Assim, os Bookgrams se tornam verdadeiros centros de discussão. E a prática não se limita ao Instagram, apesar de ser mais popular por lá. Hoje em dia, também já podemos encontrar variações desse grupo em outras redes sociais, como é o caso do Booktwitter ou do Booktok.

Leia também: 8 dicas práticas sobre como incentivar a leitura

Como fazer um Bookstagram?

Os Bookgrams não são perfis muito complexos e podem ser criados por qualquer pessoa que compartilhe o prazer e o interesse pelo universo dos livros. Para fazer o seu, basta:

  1. Abrir uma conta no Instagram;
  2. Definir um nome;
  3. Seguir as suas contas favoritas, sejam elas pessoais ou outros bookgrams;
  4. Começar a postar fotos e vídeos falando sobre livros.

Aos poucos, o Bookstagram pode se tornar um espaço mais articulado e planejado, se você quiser. No entanto, para participar das discussões e falar sobre literatura, não é preciso elaborar nada muito difícil de manter. Afinal, a ideia inicial desse tipo de conta é explorar a sua paixão e conhecer pessoas.

Como escolher um nome para o Bookstagram?

O nome do seu perfil no Bookgram deve refletir quem você é. Se o seu objetivo é falar apenas sobre literatura, um nome ligado ao assunto pode ser uma boa ideia para atrair mais pessoas interessadas e deixar evidente, desde o começo, qual é o foco da sua conta.

No entanto, muitos bookstagramers falam sobre outros temas, além de livros. Se for este o seu caso, vale a pena pensar em nomes que remetem a essas outras paixões, também. Por exemplo: imagine que você adora falar sobre livros, mas também é fã de confeitaria. Algo como “livrosdesobremesa” pode ser interessante.

O ponto mais importante para ter em mente, porém, é que não existe uma regra para escolher o nome do seu bookstagram. Portanto, aproveite esse momento para exercitar a sua criatividade e escolher termos que você acha que combinam com a sua personalidade. 

Assim, seus futuros seguidores já saberão o que esperar do seu conteúdo, e poderão se conectar com você logo no começo. 

Vale lembrar, também, que nenhum nome é definitivo. Por isso, não deixe de começar o seu perfil mesmo se sentir que ainda não achou o título certo. Pois ele pode vir mais tarde e, então, é só mudar nas configurações da rede social.

Leia também: 15 perfis do Instagram sobre educação para seguir

O que é um bookstan?

“Bookstan” é o nome dado para os fãs de determinada saga ou autor. A palavra é formada por uma aglutinação de outras duas palavras: “book”, ou “livro”, e “stan”. A palavra “stan”, por sua vez, é também uma aglutinação entre “stalker”, (perseguidor) e “fan” (fã). Ou seja: o bookstan é um fã muito grande de um livro.

Ainda assim, você talvez esteja se perguntando o que destaca esse grupo de pessoas das demais. O fato é que, diferentemente do que acontece com os fãs comuns, os bookstans são as pessoas que acompanham todos os lançamentos, conhecem todos os detalhes e realmente se dedicam a uma história específica.

Para entender melhor o conceito, você pode pensar nos fãs de Senhor dos Anéis. Há quem tenha lido os livros e visto os filmes, fale sobre o assunto e goste muito do trabalho do Tolkien — estes são os fãs normais.

Os bookstans, por sua vez, seriam os que memorizam detalhes como a linha do tempo da história, fazem cosplay dos personagens e até aprendem as línguas criadas para as adaptações da série literária. 

Como se tornar um bookstan?

Para se tornar um bookstan, portanto, é preciso seguir alguns passos. O primeiro e mais importante deles é encontrar uma série de livros ou um autor de quem você goste muito. Em seguida, basta se dedicar a ela, seja a partir da leitura assídua, ou acompanhando novidades e fazendo parte do grupo de fãs.

Vale lembrar que ser um bookstan não precisa ser trabalhoso. Parte da graça de fazer parte de um grupo como esse é encontrar pessoas que são, naturalmente, tão apaixonadas por uma coisa quanto você. 

Por isso, não se preocupe em ser o maior fã de uma saga; foque em se divertir com ela e em absorver tantos detalhes quanto quiser.

Como fazer um sprint de leitura?

Os sprints e grupos de leitura se tornaram parte inseparável do Bookgram, sobretudo depois da pandemia da Covid-19. O principal objetivo dessa prática é reunir um grupo de pessoas para compartilhar a leitura de um mesmo livro, de modo similar ao que acontece com os clubes do livro, também bastante comuns. 

Em geral, os sprints de leitura, também chamados de leitura coletiva, acontecem em um período delimitado e têm como base um livro já anunciado para os seguidores. Eles podem ser organizados por uma ou mais pessoas, e a escolha do livro pode ser feita por meio de uma votação.

Para fazer o seu sprint de leitura, você deve:

1. Definir o livro que será lido
2. Decidir quantos encontros de leitura serão realizados
3. Dividir o livro em partes

1. Definir o livro que será lido 

Esse processo pode ser individual ou coletivo. Se você já sabe qual livro gostaria de ler, pode sugeri-lo para as pessoas que vão participar do seu sprint. No entanto, se o seu grupo de leitura for mais vasto e você quiser democratizar a decisão, tudo bem!

2. Decidir quantos encontros de leitura serão realizados

Parte do objetivo de fazer um sprint de leitura é poder se reunir com outras pessoas para discutir o livro lido. Existem diversas maneiras de guiar essa discussão, e ela pode ser superficial ou profunda. 

No entanto, para que aconteça, é preciso definir, de antemão, quando esses encontros vão se dar, e quantas vezes. Para isso, vocês podem usar um calendário compartilhado e determinar as datas dos encontros no início do sprint. Dessa maneira, garantem que todos estarão disponíveis nos dias selecionados.

3. Dividir o livro em partes

Para garantir que todos os leitores vão poder discutir sobre a leitura sem ganhar ou dar spoilers, cada discussão deve ir até um certo ponto da história. Por isso, é importante dividir o livro em partes.

Essa divisão pode seguir um número específico de páginas (por exemplo, 50 páginas por semana), ou uma certa quantidade de capítulos. 

O seu principal objetivo é favorecer um debate mais igualitário, por isso lembre-se de combinar com as outras pessoas do sprint um ritmo de leitura que faça sentido para todo mundo.

Como construir um Bookgram de sucesso? Veja 6 dicas!

De modo geral, o objetivo do Bookgram é promover o incentivo à leitura e facilitar o encontro de fãs de livros na internet. Ele funciona, portanto, como uma comunidade, na qual qualquer pessoa pode entrar, se quiser.

No entanto, é inegável que o Bookgram também pode ser um negócio. Hoje em dia, há quem viva integralmente da criação de conteúdos digitais sobre literatura. Por isso, se você deseja fazer parte do bookgram e quer garantir que o seu perfil vai crescer e fazer sucesso, tente seguir as dicas abaixo!

1. Preze pela qualidade dos conteúdos
2. Seja transparente
3. Tenha uma identidade visual
4. Interaja com as pessoas
5. Entenda as regras da plataforma
6. Não tenha vergonha de divulgar o seu bookgram

1. Preze pela qualidade dos conteúdos

Apesar de ser uma rede social, o Bookstagram tem uma característica fundamental: quanto melhor o conteúdo, maiores as chances de o seu perfil crescer. Afinal, o que importa é a qualidade das resenhas e discussões propostas. Por isso, não adianta focar apenas em conteúdos superficiais.

É preciso realmente se esforçar para entregar o melhor trabalho possível, e, portanto, é importante que você exercite a sua criatividade e o seu raciocínio lógico. Assim, suas recomendações ganham credibilidade e você adquire mais seguidores engajados com o seu conteúdo. 

2. Seja transparente

Não adianta se propor a ter um instagram sobre livros se você não for honesto sobre as suas impressões. 

Hoje em dia, as redes sociais são consideradas as melhores plataformas para a venda de um produto, justamente porque os influenciadores e criadores de conteúdo estabelecem uma relação sincera com o seu público.

Para que o seu bookgram cresça, preze sempre pela transparência. Fale de livros que você gosta, recomende apenas produtos que você de fato usa, e, em caso de resenhas negativas, mantenha a educação e o respeito.

3. Tenha uma identidade visual

O Instagram é uma rede social baseada em imagens, não em textos. Por isso, uma identidade visual faz toda a diferença na hora de criar o seu perfil do bookgram, e também de divulgá-lo.

Para garantir que as pessoas saibam reconhecer um conteúdo que é só seu, você pode apostar em diferentes elementos. Os mais básicos são as cores: defina uma paleta de cores para chamar de sua e se atenha a ela na criação de conteúdos.

Contudo, você pode apostar também em objetos específicos e a “vibe” que deseja associar aos seus posts.

Dessa maneira, é mais fácil para os seus seguidores entender quem você é, que tipo de discussões levanta e o que eles podem esperar do seu perfil. Também é mais provável que você atraia pessoas parecidas com você, o que favorece as discussões.

4. Interaja com as pessoas

Ao criar um perfil literário, não se esqueça de falar com as pessoas que começarem a te seguir. Um bookgram pode ser um diário de leitura, mas ele ainda está em uma rede social e, por isso, a interação é parte fundamental do processo.

Se os seus seguidores fazem perguntas, comentários ou reagem aos seus conteúdos, fale com eles! Responda-os e mantenha a conversa rolando.

Dessa maneira, vocês se aproximam, o que é fundamental para o seu crescimento orgânico e para que você crie a comunidade de amigos que o Bookgram proporciona.

5. Entenda as regras da plataforma

Como todas as redes sociais, o Instagram tem regras e diretrizes próprias, que podem ser alteradas a qualquer momento. Para ter um bookgram de sucesso, é essencial que você saiba quais regras são essas.

Isso evitará não só que você poste conteúdos que violam as diretrizes e podem ser retirados do ar, mas fará também com que você aposte em formatos que são favorecidos. 

Novas tecnologias aparecem o tempo inteiro dentro da plataforma e, quanto antes você se adaptar a elas, maior a chance de fazer o seu bookgram crescer.

6. Não tenha vergonha de divulgar o seu bookgram

A divulgação é uma etapa fundamental para quem quer fazer sucesso com o bookgram. Para que você seja visto e continue crescendo, pode apostar em divulgações orgânicas — comentando em posts, falando sobre o seu bookgram com as pessoas etc. — e também em anúncios pagos.

O importante é não ter vergonha de mostrar o seu conteúdo por aí, e acreditar que o que você produz é relevante para as pessoas.

Esperamos que este conteúdo tenha te ajudado a entender melhor o que é o bookgram, como ele funciona e como você pode criar o seu. E se você se interessa pelo assunto, não deixe de ficar por dentro de uma das maiores inovações literárias dos últimos tempos: a biblioteca digital!

Você também pode gostar

Artigos em destaque