Conheça a Fórmula Mágica de Joel Greenblatt e veja 8 dicas de como investir!

Conheça a Fórmula Mágica de Joel Greenblatt e confira 8 dicas sobre como investir de forma assertiva. Continue a leitura!
como investir: homem usando computador em frente à janela de prédio corporativo

Em 2006, Joel Greenblatt  publicou o seu livro mais famoso, intitulado The Little Book that Beats the Market (O Mercado de Ações ao Seu Alcance, em português), no qual ele introduziu a Fórmula Mágica que ensina como investir.

Nascido em 13 de dezembro de 1957, na cidade de Great Neck, nos Estados Unidos, Greenblatt é um executivo, formado em administração de empresas pela The Wharton School, na Universidade da Pensilvânia, onde mais tarde também cursou um M.B.A.

Ele é também criador do Gotham Capital – fundo de investimento hedge –, além de grande investidor e excelente escritor. 

Já a obra A Fórmula Mágica de Joel Greenblatt para bater o Mercado de Ações se baseia em identificar, de modo simples, companhias listadas em bolsa que tenham alto valor e fundamentos sólidos, mas que estejam sendo negociadas a preços baixos no mercado. 

Essa identificação é feita a partir de dois indicadores, assunto que será abordado mais detalhadamente ao longo deste artigo. Continue a leitura!

Leia também: Flávio Lemos e a “Análise Técnica dos Mercados Financeiros”

Como investir: Estratégia e método

Para Joel Greenblatt, existe uma estratégia disciplinada e metódica para investimentos no longo prazo, sendo este um aspecto essencial para que os investidores possam seguir adiante e alcançar sucesso no ambiente de, praticamente, qualquer mercado.

Nas palavras de Greenblatt:

“Acredito que usar a fórmula mágica e os princípios que a fundamentam para orientar seus investimentos futuros continua sendo sua melhor opção de investimento. Também acredito que, se conseguir ficar fiel à estratégia da fórmula mágica nos bons e nos maus períodos, você facilmente baterá as médias do mercado com o tempo. Em suma, acredito que, mesmo que todo mundo conheça a fórmula mágica, os resultados continuarão a ser não só “bastante satisfatórios”, mas, com um pouco de sorte, extraordinários”.

lançamento da benvirá: clique aqui e confira!

8 dicas sobre como investir

A seguir, elencamos 8 dicas presentes no livro do autor. Continue a leitura!

  1. Busque conhecimento;
  2. Não invista em ações individuais por conta própria;
  3. Compre boas empresas a preços irrisórios;
  4. Foque em exposição de lucro e retorno sobre o capital;
  5. Paciência durante todo o processo de investimentos;
  6. Deixe a fórmula mágica “escolher sozinha” as ações;
  7. Siga os passos do site Magic Formula Investing;
  8. Dicas extras.

1. Busque conhecimento

Se você realmente quer “bater o mercado”, a maioria dos profissionais e dos acadêmicos não poderá te ajudar. Você mesmo é quem tem de fazer isso.

O autor faz essa reflexão por acreditar fielmente que se você permanecer fixo no plano da Fórmula Mágica, o retorno dos investimentos, sendo você iniciante ou experiente, será enorme. 

Para ele, embora seja fácil de usar e não demande muito tempo de dedicação, ela só vai funcionar caso você se esforce para entender completamente por que funciona. Ou seja, como aplicá-la de forma a bater o mercado, os profissionais e os acadêmicos, com uma larga vantagem e correndo um baixo risco.

Segundo Greenblatt:

“A verdade é que você não precisa ter um MBA para bater o mercado. Saber muitas fórmulas sofisticadas ou conhecer termos financeiros não é o que faz a diferença, mas entender os conceitos simples deste livro, sim. Faça um pequeno investimento de tempo (e pouquinho de dinheiro) para enriquecer seu futuro em grande medida”.

2. Não invista em ações individuais por conta própria

Segundo Greenblatt:

“Escolher ações individuais sem qualquer ideia do que você está procurando é como correr através de uma fábrica de dinamite com um fósforo em chamas. Você pode viver, mas ainda será um idiota”. (destaque nosso)

O autor enfatiza essa questão, salientando e mostrando que a fórmula mágica escolhe muitas ações ao mesmo tempo. A partir disso, é possível considerar uma carteira inteira de ações e olhar os lucros do último ano, pois, em geral, eles servirão como uma estimativa muito boa de lucros normais no futuro.

Possuir várias ações diferentes, escolhidas pela fórmula mágica, serve como garantia de que isso irá manter o investidor muito perto da média. Isto é, o retorno médio de uma carteira de ações escolhidas pela fórmula mágica.

3. Compre boas empresas a preços irrisórios

Para o norte-americano:

“Se você ficar firme e só comprar boas empresas (aquelas que oferecem alto retorno de capital), e só comprá-las a preços irrisórios (preços que lhe dão um alto rendimento de resultados), você poderá comprar sistematicamente muitas fatias das boas companhias das quais o doido do sr. Mercado tiver decidido, literalmente, se desvencilhar”.

Portanto, se tiver que escolher entre comprar uma ação com alto rendimento de resultado (uma ação que ganha bastante em relação ao preço que estamos pagando) ou outra com baixo retorno (uma ação que ganha pouco em relação ao preço que estamos pagando), é melhor escolher a ação que oferece alto rendimento de resultado.

Em outras palavras, os negócios que geram alto retorno sobre o capital são melhores do que aqueles que geram baixo retorno. Greenblatt destaca que “O segredo para investir é descobrir o valor de alguma coisa, e então pagar muito menos por ela”. (destaque nosso)

Leia também: Conheça a carreira do analista financeiro!

4. Foque em exposição de lucro e retorno sobre o capital

A Fórmula Mágica busca as companhias com a melhor combinação desses dois fatores: exposição de lucro sobre o valor de mercado medido por meio do retorno sobre o capital.

O autor propõe um ranking de empresas de alto valor para investidores, oferecendo a eles mais lucros, ou seja, como comprar boas ações a preços irrisórios.

A disposição desse ranking é realizada utilizando os índices ROE – Retorno sobre o Patrimônio Líquido e pelo Índice P/L.

O P/L é calculado de forma simples. É necessário dividir o preço da ação pelo Lucro por Ação (LPA). Portanto, a fórmula ficaria assim: 

P/L = preço da ação / lucro por ação

Para chegar ao LPA, basta dividir o lucro líquido da companhia pela quantidade de ações disponíveis no mercado.

A partir dos resultados obtidos, os investidores poderão analisar as melhores empresas para realizar seus investimentos.

Greenblatt assegura: “Após montar o grupo com as ações de ROA mais alto, analise as que oferecem a menor proporção de Preço sobre Lucro (P/L). Isso fará o papel do rendimento dos lucros do estudo da fórmula mágica”. (destaques nossos)

O conteúdo do livro está aí para provar que não é preciso muita sabedoria para ser um investidor quant. Isto é, que considera métodos de seleção e de negociação de ações e outros ativos financeiros que se baseiam em regras numéricas e fatores “quantificáveis”.

A Fórmula Mágica classifica as ações em ordem, gerando como resultado uma imensa gama de ações para escolher. E esse tem sido um indicador extremamente preciso.

Confira também: Empreendedorismo Social Feminino

5. Paciência durante todo o processo de investimentos

O autor, ao final do livro, enfatiza que:

“O sr. Mercado pode levar vários anos até reconhecer uma pechincha. Portanto, a estratégia da fórmula mágica requer paciência”

De acordo com Joel Greenblatt, se a fórmula de fato funcionasse todos os meses, todos os trimestres e todos os anos, basicamente todo mundo passaria a adotá-la. E, quando não se obtêm os resultados esperados, devido a instabilidades do mercado, é necessário se manter fiel à fórmula.

Para que ela dê certo no seu caso, você tem de acreditar que ela vai funcionar e manter um horizonte de investimento de longo prazo.

Greenblatt ressalva que:

É importante ter em mente que não faz sentido investir uma parcela grande de seus bens numa estratégia de longo prazo, se você não consegue aguentar a dor quando essa estratégia não dá resultado por anos a fio. No caso da fórmula mágica, é inevitável que venham tempos difíceis”. (destaque nosso)

Por isso, é de suma importância estar em dia com a Fórmula Mágica, e mais ainda, saber entender que as instabilidades do mercado sempre podem surgir.

6. Deixe a fórmula mágica “escolher sozinha” as ações

Segundo Greenblatt:

A fórmula mágica classifica as ações em ordem. Como resultado, sempre existirão muitas ações de alta classificação para escolher. A fórmula mágica tem sido um indicador incrivelmente preciso de qual será o desempenho de um grupo de ações no futuro”.

Por meio da fórmula, o investidor consegue identificar as melhores opções de investimentos, filtrando um grupo de ações (a partir da soma P/L = preço da ação / lucro por ação) que teria a capacidade de bater o mercado. 

7. Siga os passos do site Magic Formula Investing

Após montar o ranking, o autor recomenda seguir os passos de quatro a oito das instruções do site Magic Formula Investing Magicformulainvesting.com.

O Magic Formula Investing é um site criado pelo Joel, direcionado para gerir capital e dar dicas de bons negócios para investir na bolsa de valores. 

O sistema que a plataforma utiliza é constituído por ideias e práticas que se baseiam em técnicas do próprio Greenblatt, com o intuito de aproximar ao máximo possível os retornos obtidos no estudo da Fórmula Mágica.

A seguir, estão os oito passos contidos no livro. confira!

Passo 1

Acesse magicformulainvesting.com. 

Passo 2

Siga as instruções do site para escolher o tamanho da companhia (por exemplo, a que tem capitalização de mercado acima de 50 milhões, de 200 milhões ou de um bilhão de dólares etc.). 

Para a maioria das pessoas, companhias cuja capitalização de mercado supera 50 milhões ou 100 milhões de mercado já devem ter tamanho suficiente. 

Passo 3

Siga as instruções para obter a lista das companhias mais bem classificadas para a Fórmula Mágica

Passo 4

Compre ações de cinco a sete das companhias mais bem classificadas. Para começar, invista somente de 20% a 33% do dinheiro que pretende aplicar no primeiro ano. 

Passo 5

Repita o Passo 4 a cada dois ou três meses até ter investido todo o dinheiro que resolveu alocar para a sua carteira da Fórmula Mágica. 

Depois de nove ou dez meses, esse processo deve resultar numa carteira com 20 a 30 ações (por exemplo, num ritmo de sete ações a cada três meses ou de cinco ou seis ações a cada dois meses). 

Passo 6

Venda cada uma das ações depois de um ano. No caso de contas sujeitas a tarifação, venda as vencedoras um ou dois dias após completarem um ano e, no caso das perdedoras, venda-as alguns dias antes de tê-las mantido por um ano. 

Use o resultado de qualquer venda e mais algum dinheiro adicional de investimento para substituir as companhias vendidas por novas compras dentro das sugestões da fórmula mágica, até chegar ao mesmo número que possuía anteriormente (como no Passo 4). 

Passo 7

Continue com esse processo por muitos anos. Lembre-se, é preciso se comprometer a manter vivo esse processo por um mínimo de três a cinco anos, sejam quais forem os resultados. Caso contrário, o mais provável é que você abandone a Fórmula Mágica antes que ela tenha chance de dar certo!

Segundo Greenblatt, este é um recurso gratuito e, quando assimilado com as ideias e entendimento do livro, irá ajudar a todos leitores na jornada de investimentos. Vale ressaltar que o site magicformulainvesting.com só está disponível na versão em inglês.

8. Dicas extras

Se utilizar alguma outra opção de análise que não o site magicformulainvesting.com, recorra aos passos descritos a seguir para se aproximar dos resultados da Fórmula Mágica: 

Passo 1

Use o ROA (índice de retorno sobre ativos) como critério de análise. Defina o ROA mínimo em 25% (isso fará o papel do retorno sobre o capital do estudo da Fórmula Mágica). 

Passo 2

Após montar o grupo com as ações de ROA mais alto, analise as que oferecem a menor proporção de Preço sobre Lucro (P/L). Este paso fará o papel do rendimento dos lucros do estudo da fórmula mágica.

Passo 3

Elimine da lista todas as ações relativas a finanças e a serviços de utilidade pública (isto é, fundos mútuos, bancos e seguradoras). 

Passo 4

Elimine da lista todas as empresas estrangeiras. Na maioria dos casos, essas companhias exibem a sigla ADR (American Depository Receipt) após o nome da ação.

Passo 5

Se uma ação exibe uma proporção P/L muito baixa, cinco ou menos, isso pode indicar que o ano anterior ou os dados que estão sendo usados são incomuns em algum sentido. É melhor eliminar essas ações da sua lista também. 

O melhor a fazer, na verdade, é eliminar qualquer companhia que tenha anunciado lucros na última semana. Assim, minimiza-se a incidência de dados incorretos ou inoportunos.

Passo 6

Após montar sua lista, siga os Passos de 4 a 8 das instruções do magicformulainvesting.com.

Agora que você já tem uma base sobre como investir, que tal olhar o conteúdo completo da Fórmula Mágica de Joel Greenblatt para bater o Mercado de Ações?

Você também pode gostar

Artigos em destaque