Entenda o que é Marketing Social, sua importância e principais estratégias!

Neste texto iremos abordar os principais benefícios do Marketing Social, além de apresentar dicas de como desenvolvê-lo na sua empresa!
marketing social: imagem de mulher jovem em frente à câmera

Para quem tem um negócio, talvez uma das maiores tendências atuais é a de mesclar o sucesso financeiro com o retorno para a sociedade. Se você quer ter lucro ao mesmo tempo que ajuda o mundo, o Marketing Social pode ser a melhor opção.

Com ações que promovem sua marca enquanto ajuda uma causa, o Marketing Social já se estabeleceu. Por isso, iremos abordar neste texto os principais benefícios desse tipo de Marketing, além de dicas de como desenvolvê-lo na sua empresa. Confira!

O que é Marketing Social?

Se o Marketing é o uso de estratégias para promover uma marca, pessoa ou produto, o Marketing Social é aquele que utiliza dessas ferramentas para alavancar uma causa social. Neste tipo, a empresa realiza ações que dão visibilidade e auxílio para uma pauta que esteja alinhada a seus princípios.

Pense numa rede de supermercados, que em determinado período de tempo converte uma parte de suas vendas em doação de cestas básicas para pessoas em situação de rua. Essa é uma ação que, ao mesmo tempo, traz visibilidade para a causa e para a própria empresa, através do Marketing Social.

lançamento da benvirá: clique aqui e confira!

Qual a importância do marketing social?

Com uma abordagem extremamente humana, o Marketing Social tem um potencial agregador, tanto para a imagem da empresa quanto para a causa que apoia. Veja agora 3 benefícios:

Mudar hábitos da empresa e dos clientes

Ao conscientizar sobre determinado assunto, certamente a mensagem irá despertar mudanças comportamentais, tanto dentro da empresa quanto fora. Para além da ajuda financeira, a transformação social precisa ser um objetivo.

Ajudar uma causa

Apesar de óbvio, é preciso sempre falar: o Marketing Social é válido por ajudar financeiramente causas importantes. Muitas pautas precisam de ajuda imediata, que é viabilizada exatamente com o auxílio material que determinada campanha pode realizar.

Melhorar a visão sobre o negócio

Como tipo de Marketing, a imagem da empresa também é valorizada. Atualmente, com a ascensão dos influencers e do  marketing de influência, as pessoas procuram cada vez mais por marcas que se preocupam com o social, inclusive boicotando aquelas que demonstram atitudes negativas.

Leia também: Veja quais são os tipos de liderança e saiba como desenvolver bons líderes!

Quais são os elementos do Marketing Social?

Apesar de poder variar entre diversos assuntos, o Marketing Social tem uma estrutura para que possa funcionar. Veja quais são os elementos que o compõe:

Causa

Aqui está a pauta que o Marketing Social irá defender, sendo interessante que seja algo de acordo com os valores da empresa e, se der, que se relacione com seu trabalho. As principais causas giram em torno de:

  • saúde pública;
  • segurança pública;
  • proteção do meio ambiente;
  • desenvolvimento comunitário; e
  • bem-estar financeiro.

Incentivador da mudança

A campanha e quem a promove devem ser relacionados, ao ponto do público lembrar que determinada marca é responsável por determinada ação. Você, por exemplo, com certeza sabe quem realiza o Criança Esperança e quem realiza o Teleton!

Segmentos alvo

Por mais que o Marketing Social possa chegar em qualquer um, ele é mais certeiro quando o público é delimitado. A escolha do segmento é mais um momento para entender que a causa e a empresa devem estar ligadas, afinal, são os clientes costumeiros de uma marca que precisam se interessar por determinada pauta.

Estratégias

Por fim, a empresa precisa definir o que será feito. Qual o tipo de Marketing Social será empregado, o período da ação, como será a divulgação, quem será responsável, etc.

Leia também: Veja o que é discriminação racial, como combatê-la e o que diz a lei sobre o tema!

Quais são os tipos de marketing social?

A estratégia escolhida para o Marketing Social pode assumir diversas formas. Veja agora quais são os tipos existentes:

1. Marketing de filantropia

Se refere às empresas que realizam doações para determinadas causas. Neste tipo de Marketing não é preciso envolver um segmento na ação, entretanto, o público deve saber que ela existe.

2. Marketing de campanhas sociais

São as iniciativas públicas feitas em prol das populações vulneráveis, minorias ou causas sociais. São campanhas com um posicionamento quanto a uma causa, como por exemplo o combate às drogas.

3. Marketing de relacionamento com base em ações sociais

Traz uma aproximação entre a empresa e a comunidade ou grupo que ela pretende ajudar. Neste tipo a marca leva algum serviço ou benefício para o público alvo, utilizando seus próprios recursos.

4. Marketing de promoção social do produto e da marca

Se dá quando é feita uma relação entre o produto ou a marca com determinada causa. Aqui, a ideia é que as vendas aumentem e que o valor – ou parte dele – seja doado para a entidade escolhida.

5. Marketing de patrocínio de projetos sociais

Aqui temos o financiamento de ações sociais, sejam elas do governo, de ONGs, entidades ou própria. Em geral, é mais um modelo em que a empresa entra com capital e deixa a ação por parte de um terceiro.

Leia também: Entenda tudo sobre Account-Based Marketing (ABM)

Como fazer marketing social?

Agora que você já está sabendo mais sobre o Marketing Social, que tal descobrir como realizá-lo? Veja os seguintes passos a seguir:

1. Escolher uma causa que se relaciona com a empresa

Quanto mais próximo a pauta for da atuação da sua empresa, melhor. Se você tem um restaurante, invista no combate à fome. Se você tem uma loja de brinquedos, que tal realizar uma doação para um orfanato?

2. Conhecer seu público

É preciso conhecer quem verá sua ação, afinal, seus clientes precisam se importar com a causa escolhida e se aproximarem da marca. 

3. Escolher as estratégias

É hora de se preparar para botar a mão na massa, de definir aquilo que será feito. Obviamente, essas estratégias precisam estar de acordo com a realidade do negócio e com a pauta e o público que se pretende alcançar.

4. Definir metas de curto, médio e longo prazo

Não basta apenas realizar um Marketing Social, é preciso saber o que se pretende alcançar com ele. Tanto para a causa quanto para a empresa, defina quanto de doação e/ou de conscientização se deve conseguir.

5. Avaliar todo o processo

Como tudo que fazemos, é fundamental avaliar o processo, mudando o que deu errado e melhorando o que deu certo. Em geral, as empresas seguem com o Marketing Social durante anos, por isso, é melhor aperfeiçoá-lo.

Se você ficou interessado e deseja aprender ainda mais sobre o assunto, confira o livro Marketing Social, de Nancy R Lee e Philip T Kotler.

Esperamos que você tenha gostado do texto  e que ele te ajude a trabalhar com o Marketing Social na prática. Agora, continue no blog e confira nossa seleção de 10 livros para melhorar a comunicação!

Você também pode gostar

Artigos em destaque