7 dicas para todo advogado iniciante. Confira!

Neste artigo você vai encontrar 7 dicas fundamentais para todo advogado iniciante, incluindo direcionamentos profissionais e pessoais!
advogado iniciante: imagem de advogado jovem sorrindo

Começar a trajetória profissional como um advogado iniciante significa lidar com um misto de emoções, não é mesmo? Ao mesmo tempo que você está muito animado para iniciar sua carreira, depois de tanta dedicação aos estudos, alguns medos e inseguranças podem surgir.

Então, saiba que é normal se sentir um pouco perdido e sem saber o que fazer. Afinal, após uma trajetória definida durante a graduação, agora você tem um mundo de oportunidades à sua frente, com diversos caminhos possíveis. Contudo, não há motivos para o desespero.

Você terá bastante tempo para se desenvolver, acertar, errar, mudar de ideia e, aos poucos, construir uma carreira de sucesso. O mais importante é focar no seu crescimento e nas experiências que pode adquirir no início da sua trajetória. E para isso, decidimos te ajudar.

Neste artigo você vai encontrar 7 dicas para advogados que acabaram de receber a carteira da OAB. Elas incluem direcionamentos profissionais e sugestões de atividades que vão guiar as suas ações e decisões a partir de agora, garantindo o desenvolvimento estruturado da sua carreira rumo ao sucesso no Direito.

Ficou curioso? Então confira todas as dicas e comece ainda hoje a colocá-las em prática.

1 – Coloque o autoconhecimento em primeiro lugar

O autoconhecimento é uma ferramenta poderosa para ter uma vida mais leve e com autoconfiança. Ele te ajuda a ter consciência sobre si mesmo, o que inclui a maneira como você lida com a vida, seus gostos, vontades, objetivos e desejos para o presente e também para o futuro.

Assim, ele funciona como uma verdadeira janela interior, em que você consegue enxergar a si mesmo de forma muito mais objetiva e nítida.

Por isso, buscar o autoconhecimento é imprescindível para advogados que estão iniciando suas carreiras. Dessa forma, você terá mais confiança e consciência desde o começo da jornada profissional, facilitando a tomada de decisões e o processo de lidar com incertezas, erros e mudanças ao longo do processo.

2 – Desenvolva soft skills estratégicas

O autoconhecimento é uma soft skill, você sabia? Elas são definidas como competências emocionais, que mostram a maneira como você lida com o trabalho e se comporta no dia a dia profissional.

Elas começaram a ser mais valorizadas no mercado de trabalho há pouco tempo. E hoje as empresas já sabem que elas são tão importantes quanto as hard skills, ou habilidades técnicas, para entregas de qualidade e um ótimo ambiente organizacional.

Contudo, a lista de habilidades comportamentais é bastante longa, e não para na autocompreensão. Ela inclui boa comunicação, resiliência, adaptabilidade, liderança, trabalhar sob pressão, organização, flexibilidade, saber trabalhar em equipe, oratória e muito mais.

Então, se você quer se destacar no mercado desde o começo, não deixe as soft skills de lado. Comece a trabalhar algumas delas, sendo estratégico na hora de escolhê-las, e impressione tanto em processos seletivos, quanto na prospecção de clientes, caso deseje empreender na advocacia

3 – Invista em leituras relevantes (especialmente em livros)

Todavia, é fundamental que você compreenda que investir em soft skills não significa deixar as hard skills de lado. Em qualquer profissão, buscar novas habilidades e conhecimentos é parte essencial da construção da carreira, e isso é ainda mais importante no Direito.

Durante a graduação, você aprendeu como o aprendizado é central na área, certo? E isso não acaba com a formatura. A partir de então, você terá que continuar estudando, com foco em leituras relevantes e que te mantenham atualizado.

Para isso, aposte em artigos do Direito, leia jornais e foque especialmente nos livros. Eles carregam informações valiosas sobre o Direito, e com uma enorme gama de publicações nos dias de hoje, com certeza você encontrará livros sobre as áreas em que deseja atuar.

Leia também: Confira nossa seleção de 26 livros para advogados!

Banner livros digitais: clique para acessar!

4 – Faça uma pós-graduação

Você sabia que existem algumas maneiras de unir o aprendizado de hard skills com o desenvolvimento de soft skills? A principal delas é a especialização.

Com uma pós-graduação em Direito, incluindo os cursos Saraiva, você vai se aprofundar na área, focando naquilo que deseja seguir daqui pra frente, e receber o título oficial de especialista. Contudo, para além dos conhecimentos novos, que vão fazer o seu currículo brilhar, os recrutadores também gostam de outros pontos relacionados à pós.

Por exemplo, ser um advogado especialista significa que você é dedicado e focado, afinal, você escolheu continuar estudando para adquirir novos aprendizados. 

Além disso, a pós-graduação pressupõe organização para lidar com todas as responsabilidades do curso, capacidade de abrir a mente para o novo, apetite para desafios e ambição para chegar onde você deseja.

Entendeu por que a pós-graduação une hard skills e soft skills?

5 – Não subestime a importância do networking: pelo contrário, aposte nele

Falando em pós-graduação, outro benefício dos cursos é a possibilidade de fazer networking: com outros alunos, nos canais de interação, com professores e com os tutores. E essa oportunidade é valiosa.

Contar com um networking de pessoas da sua área faz toda a diferença para advogados iniciantes. Tais profissionais vão te ajudar na troca de informações, formação de uma rede de apoio, abertura de debates e compartilhamento de oportunidades. Para advogados que ainda estão começando suas jornadas, contar com esse apoio vai fazer toda a diferença.

Porém, a pós é apenas uma das dezenas de oportunidades de networking que você pode explorar. Não deixe de manter o contato com colegas e professores da graduação, use o LinkedIn a seu favor, participe de palestras e eventos da área e não perca oportunidades.

Ao longo dos anos, você vai se agradecer por ter dedicado seu tempo para criar uma rede de contatos, acredite.

6 – Mantenha o LinkedIn atualizado e ativo

Já que mencionamos o LinkedIn, que tal dar uma olhada no seu perfil e checar se ele está atualizado? Hoje em dia, a rede social profissional permeia todo o mercado de trabalho, e por isso, ter uma página atualizada e ativa pode ser o seu passaporte para oportunidades de trabalho.

Lá você pode se conectar com profissionais que são referência, manter o contato com quem já conhece, buscar vagas de emprego, incluir sua formação, experiências prévias e atuais, incluindo estágios e projetos da graduação, idiomas, cursos, certificados, pós-graduação, e ainda explorar as possibilidades de produção de conteúdo.

Ao dividir o seu conhecimento e visão de mundo na rede social, você amplia a possibilidade de ser visto e reconhecido, mas isso é assunto para a última dica de hoje.

7 – Não tenha medo de divulgar o seu trabalho

Talvez você sinta vergonha de escrever um artigo no LinkedIn, compartilhar uma opinião ou simplesmente avisar seus amigos e conhecidos que já está advogando. É normal sentir esse receio, todavia, tome cuidado para não perder oportunidades.

Divulgar o seu trabalho, mesmo como um advogado iniciante, é fundamental para que as pessoas saibam sobre a sua atuação profissional. Dessa maneira, você pode conseguir clientes, indicações e até mesmo propostas para participar de processos seletivos e ficar cada vez mais próximo dos seus objetivos no mundo do Direito. 

Agora, garanta a sua inscrição no evento que vai abordar direito digital e do consumidor, no dia 31/07/2023, a partir das 19h. Inscreva-se!

Você também pode gostar

Artigos em destaque