Saiba tudo sobre o Prêmio Jabuti, a principal premiação literária do Brasil!

Você já ouviu falar do Prêmio Jabuti? Conheça o objetivo da premiação, funcionamento, categorias e mais. Continue a leitura!
Prêmio Jabuti: imagens de livros

Você já ouviu falar do Prêmio Jabuti? Organizado pela Câmara Brasileira do Livro, ele anualmente premia diversos profissionais envolvidos na produção do livro. São autores, ilustradores, designers e editoras, reconhecidos por sua excelência. 

A Câmara Brasileira do Livro é uma organização sem fins lucrativos, que tem por objetivo representar profissionais do setor literário. Além do Prêmio Jabuti, ela também criou a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, um dos eventos literários mais importantes do Brasil. 

O Prêmio Jabuti é hoje a maior e mais tradicional premiação de obras brasileiras. Livros de ficção como: “Gabriela, Cravo e Canela”, de Jorge Amado; “A hora da estrela”, de Clarice Lispector; e “Memorial de Maria Moura”, de Rachel de Queiroz, já venceram a categoria de melhor romance literário.

No fim de 2022, ocorreu a 64ª edição do Prêmio Jabuti, no Theatro Municipal de São Paulo. Na ocasião, “Também guardamos pedras aqui”, de Luiza Romão, venceu a principal categoria da noite, a de Livro do Ano

Neste post, você vai saber tudo sobre o Prêmio Jabuti. Contaremos um pouco da história da premiação, por que ela tem este nome, seus objetivos e quem pode recebê-la. Boa leitura!

Saiba mais: Qual é a verdadeira importância da leitura?

O que é o Prêmio Jabuti?

O Prêmio Jabuti é uma premiação destinada a reconhecer e valorizar todos os profissionais envolvidos na criação e produção de um livro.

Ele é organizado desde 1959 pela Câmara Brasileira do Livro (CBL). O fim dos anos 1950 foi marcado por dificuldades no mercado editorial. Entre elas, estavam os recursos escassos e a baixa articulação da categoria.

Assim, em 1959, a CBL decidiu organizar uma premiação a fim de valorizar o setor, reconhecendo os profissionais que dedicam suas vidas a criar e produzir os livros. A cada ano, são premiados autores, ilustradores, livreiros, editoras e gráficas que se destacam.

A primeira edição do Prêmio Jabuti aconteceu no final de 1959, no então auditório da CBL, na avenida Ipiranga, em São Paulo. Na ocasião, “Gabriela, Cravo e Canela”, de Jorge Amado, venceu a categoria de romance literário. Já a Saraiva ganhou o prêmio de editora do ano.  Atualmente, o Jabuti é o mais tradicional prêmio literário brasileiro.

lançamento da benvirá: clique aqui e confira!

Qual o objetivo do Prêmio Jabuti?

O Prêmio Jabuti tem por objetivo reconhecer, valorizar e estimular os profissionais do setor literário. Trata-se de uma cerimônia que celebra a literatura brasileira, sua excelência, seus autores, editoras, ilustradores, designers, e tantos outros profissionais envolvidos na cadeia de produção de um livro.

Além disso, hoje, o Jabuti também congratula ações e projetos sociais que geram interesse pelos livros, por meio da categoria Fomento à Leitura. Desse modo, constitui-se como um prêmio tradicional no Brasil, que não só homenageia e celebra o setor literário, como também quer despertar ainda mais o interesse pela leitura no país.

Confira: Por que promover a leitura é fundamental para a sua IES? 12 dicas práticas sobre como incentivar a leitura

Por que se chama Prêmio Jabuti?

De acordo com a Câmara Brasileira do Livro, a resposta se encontra no contexto cultural e político da criação do prêmio. No fim dos anos 1950, o ambiente cultural era fortemente influenciado pelo modernismo e pelo nacionalismo.

Dessa forma, existia uma valorização da cultura popular brasileira, das raízes indígenas e africanas e das figuras míticas. Na literatura, Monteiro Lobato foi um dos autores que fazia uma recriação das histórias dos personagens do folclore nacional. 

Entre estes personagens da literatura infantil de Lobato, estava o jabuti. Ele ganhou vida e personalidade em obras como “Reinações de Narizinho”, como um réptil vagaroso, mas obstinado e esperto, superando as adversidades e chegando à frente ao fim da jornada.

Assim, segundo a CBL, o jabuti ganhou a preferência dos dirigentes da organização à época, para inspirar e patrocinar o prêmio que homenageia o setor literário. 

Qual o valor do Prêmio Jabuti?

Em cada categoria, o livro vencedor ganha uma estatueta do Jabuti para o autor, e uma para a editora que o publicou. O escritor também recebe um prêmio no valor bruto de 5 mil reais. A única exceção é a categoria Livro do Ano. Nesta, o autor recebe um troféu especial e o valor bruto de 100 mil reais. A editora também recebe uma estatueta especial.

Como funciona o Prêmio Jabuti?

As obras inscritas no Prêmio Jabuti são analisadas, em cada categoria, por três jurados, especialistas na área que vão julgar. Os jurados podem ser indicados pelo mercado editorial, leitores e interessados, por meio de uma consulta pública feita pela CBL no início do ano. A seleção final é feita pelo Conselho Curador da premiação.

Depois desta etapa, os jurados selecionam 13 livros entre todos os inscritos na categoria. Eles atribuem uma nota entre 7 e 10, para cada um dos títulos. Obrigatoriamente, as notas devem ser diferentes para cada uma das obras.

Contabilizadas as notas de cada um dos especialistas, são selecionados os 10 livros de maior pontuação. Eles compõem os pré-finalistas de cada uma das categorias, e são divulgados pelo Prêmio Jabuti. Em seguida, é liberada uma nova lista: a dos 5 finalistas em cada categoria – seguindo os mesmos critérios da pontuação, dada pelos jurados. 

A obra que obtiver a maior pontuação em sua categoria é a ganhadora. Os vencedores são anunciados na cerimônia oficial do Prêmio Jabuti. O livro, dos eixos de Literatura e Não ficção, que obtiver a maior nota é premiado como Livro do Ano. Este é o principal prêmio do Jabuti. 

Quem pode receber o Prêmio Jabuti?

De acordo com o regulamento, o Prêmio Jabuti é entregue a obras publicadas em língua portuguesa no Brasil, cuja primeira edição tenha sido publicada no ano da premiação. 

A autoria da obra deve ser de brasileiros, natos, naturalizados ou estrangeiros, com residência permanente no país. Pessoas físicas ou jurídicas, devidamente inscritas na premiação, podem concorrer. Autores independentes, que não são publicados por nenhuma editora, também podem participar. 

Quando ocorre o Prêmio Jabuti?

Geralmente, a premiação acontece no final do ano. A Câmara Brasileira do Livro divulga a data e o local com antecedência. Na última edição, o Prêmio Jabuti aconteceu em 24 de novembro, no Theatro Municipal de São Paulo. 

Quais são as categorias do Prêmio Jabuti?

Na lista abaixo, confira cada um dos eixos do Prêmio Jabuti:

  • Literatura;
  • Não ficção;
  • Produção editorial;
  • Inovação.

Confira as categorias de cada um dos eixos:

Literatura

Este eixo contempla narrativas em verso, prosa ou quadrinhos em diversos gêneros. Conheça cada uma das categorias e sua definição, de acordo com o regulamento do Prêmio Jabuti: 

  • Conto – agrupa narrativas ficcionais breves;
  • Crônica – narrativas cujos motes são fatos, eventos do cotidiano ou temas históricos;
  • Histórias em quadrinhos – originais ou adaptadas, contadas por meio de desenhos sequenciais, definidas pela integração de linguagem verbal e não verbal, ou apenas não verbal;
  • Infantil – literatura dedicada especialmente às crianças, sobre os mais diversos temas;
  • Juvenil – literatura dedicada aos jovens, a partir de assuntos diversos;
  • Poesia – composição por meio de versos; expressão artística caracterizada pelo uso de ritmos, sonoridades e outros recursos da criação poética;
  • Romance de entretenimento – literatura ficcional em prosa longa, cujo enredo se desenvolve relacionando personagens em um tempo e espaço. Podem ser inscritas obras de gêneros diversos, como ficção científica, policial e romance sentimental. O júri avalia as qualidades do enredo, privilegiando o conteúdo, a trama;
  • Romance literário – também é um livro literário em prosa longa, que desenvolve personagens em um espaço e tempo. Pode abordar qualquer tema, em qualquer enfoque. Entretanto, aqui o júri avalia as qualidades do texto, privilegiando a forma, a arte literária.

Leia mais: Confira nossa lista com 21 livros de ficção para conhecer outras realidades!

Não ficção

O eixo de não ficção contempla livros em prosa, expondo um ponto de vista com conhecimento ao alcance do público leigo. As obras podem ser de caráter especulativo ou a partir de dados de pesquisa científica.

Conheça as categorias:

  • Artes – livros dedicados às artes em geral, como artes cênicas ou visuais;
  • Biografia e reportagem – obras documentais ou analíticas, centradas na vida de uma pessoa, instituição, acontecimento ou fato histórico;
  • Ciências – obras de divulgação do pensamento científico;
  • Ciências humanas – títulos situados na esfera das ciências humanas, apresentando ao grande público temas relevantes e atuais na perspectiva de diversas disciplinas humanas;
  • Ciências sociais – obras voltadas para o grande público produzidas no campo das ciências sociais;
  • Economia criativa – livros que discutem negócios e ações econômicas, que visem promover a diversidade sociocultural e o desenvolvimento humano, produzir valor econômico e gerar trabalho, renda e receita.

Confira: Como curar a ressaca literária?

Produção editorial

Já este eixo contempla todas as etapas de produção de um livro, desde a tradução até o acabamento. Dessa forma, podem ser inscritas obras com textos não inéditos, desde que sua primeira edição tenha sido publicada no ano em que ocorrerá o Prêmio.

Leia mais sobre as categorias de produção editorial:

  • Capa – concepção e desenvolvimento gráfico de capas e sobrecapas;
  • Ilustração – imagens criadas a partir de desenhos ou de outras técnicas visuais e artísticas, que apresentem uma narrativa de forma autônoma ou associada ao texto, se houver;
  • Projeto gráfico – obras individuais ou pertencentes a coleções, produzidas originalmente no Brasil, cuja concepção ressalte sua materialidade e visualidade;
  • Tradução – qualquer tipo de livro em tradução inédita e publicado em nova edição no Brasil.

Inovação

O último eixo do Prêmio Jabuti pertence ao campo da inovação. Ele reconhece e estimula iniciativas de promoção à leitura, de acesso ao livro e de divulgação da cultura brasileira. 

Ele é composto pelas seguintes categorias:

  • Fomento à leitura – ações, projetos e iniciativas que despertem e sustentem o interesse pela leitura. Ações de caráter social, cultural ou tecnológico que sejam inclusivas e abrangentes;
  • Livro brasileiro publicado no exterior – obra de autor brasileiro, publicada no exterior em primeira edição.

Qual a diferença entre romance de entretenimento e romance literário?

Como vimos anteriormente, as duas categorias agrupam romances de prosa longa, com enredo desenvolvendo personagens ao longo de um período de tempo em um certo espaço. 

Entretanto, elas diferem principalmente quanto à avaliação. No romance de entretenimento, o júri avalia as qualidades do enredo, privilegiando o conteúdo, isto é, a trama. São três critérios apreciados pelos especialistas:

  1. Desenvolvimento da ação e dos personagens;
  2. Potencial de engajar o leitor;
  3. Originalidade na técnica narrativa.

Já no romance literário, o júri avalia as qualidades do texto, privilegiando a forma, a arte literária. Também são três, os quesitos avaliados:

  1. Originalidade de forma e/ou estilo;
  2. Técnica narrativa e estrutura;
  3. Desenvolvimento do enredo e dos personagens.

Leia mais: Confira nossa seleção com os melhores podcasts de livros!

Quem ganhou o Jabuti 2022?

O vencedor na categoria Livro do Ano na 64ª edição do Prêmio Jabuti foi “Também guardamos pedras aqui”, da poetisa Luiza Romão. A obra também venceu a categoria de Poesia.

Na categoria Romance Literário, a vencedora foi a escritora Micheliny Verunschk, pela obra “O som do rugido da onça”. Já em Romance de Entretenimento, “Olhos de pixel”, de Lucas Mota, venceu.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo sobre o Prêmio Jabuti. Que tal também conferir este post com dicas de livros de desenvolvimento pessoal?

Você também pode gostar

Artigos em destaque