Quer saber como ser feliz sozinho? Confira 5 dicas para aprender a lidar com a solidão

Como você pode apreciar a sua própria companhia? Aprender a fazer isso pode ser transformador. Confira 5 dicas sobre como ser feliz sozinho!
Como ser feliz sozinho: mulher sorrindo em paz

No Brasil, cada vez mais, as pessoas estão vivendo sozinhas. Segundo o IBGE, 15,9% de todos os domicílios do país são ocupados por apenas uma pessoa. A tendência é que este número aumente. Neste contexto, uma pergunta muito comum é: como ser feliz sozinho?

Segundo o cientista comportamental Peter McGraw, autor de “Solo: como ser feliz em uma vida inteiramente sua”, isso é um fenômeno global. As pessoas estão se entregando à vida de solteiro, com uma frequência cada vez maior. Elas são atraídas pela liberdade e flexibilidade.

No Brasil, são 81 milhões de solteiros, de acordo com o IBGE. O número é superior ao de casados (63 milhões). Entre as vantagens de viver só, estão: autonomia, liberdade, e a possibilidade de perseguir seus próprios interesses, sem ter de conciliar com os de um parceiro. 

Além disso, é possível aprender a apreciar a sua própria companhia, sem depositar o seu bem-estar em um relacionamento. 

Neste artigo, você vai ficar por dentro deste tema. Explicaremos se é possível ser feliz sozinho, e listaremos 5 dicas para que você possa aprender a desfrutar os momentos de solidão. Vamos lá?

É possível ser feliz sozinho?

Sim, muitas pessoas encontram bem-estar e felicidade vivendo sozinhas. Isso esbarra em uma máxima do senso comum de que, para nos sentirmos completos, precisamos estar em um relacionamento, ou morando com um parceiro.

Muitas pessoas encontram esta mesma sensação de completude vivendo sozinhas. Por vezes, o que gera sofrimento é a tentativa de se encaixar em um padrão criado socialmente, que diz que precisamos de um relacionamento para viver bem.

Entre as vantagens de viver sozinho, estão: maior autonomia e liberdade; a possibilidade de perseguir os seus próprios interesses; e também poder se envolver em um processo de autodescoberta, entendendo suas necessidades e preferências.

É válido destacar que viver sozinho não equivale a um estado de isolamento. Pelo contrário, é possível se envolver em atividades sociais, e cultivar relacionamentos que sejam significativos.

Banner O segredo da mudança de cultura: clique para conhecer!

Como aprender a ser feliz sozinho? Confira 5 dicas

Como você pode apreciar a sua própria companhia? Aprender a fazer isso pode ser transformador, afinal, você não dependerá de relações para se sentir bem.

Neste contexto, os relacionamentos, sejam românticos ou de amizade, podem vir para somar. Na lista abaixo, separamos 5 dicas para ajudá-lo neste processo:

  1. Pratique autocuidado;
  2. Tenha hobbies;
  3. Cultive vínculos significativos;
  4. Defina objetivos;
  5. Busque aprender coisas novas.

Entenda em detalhes:

1. Pratique autocuidado

O primeiro passo é ter um bom relacionamento com você mesmo. Isso passa pela prática do autocuidado

Passe a se observar mais, descreva os seus pensamentos, quais emoções eles suscitam, e como eles fazem com que você se comporte. Isso é essencial para que você se entenda, e para fazer as mudanças que julgar necessárias. Esta reflexão também é importante para o seu desenvolvimento pessoal. 

Pratique a gentileza e a compaixão em relação a você mesmo. Com frequência, nós nos julgamos com muita severidade, entrando em ciclos de autocrítica. Entenda que é normal sentir dificuldades e emoções desconfortáveis – pense nos caminhos que você pode percorrer para mudar o que não está tão legal.

Por fim, é necessário também cuidar da sua saúde física. Pratique exercícios, não negligencie o seu sono, e fique atento também à sua alimentação. 

Veja também: O que é inteligência emocional, quais são seus pilares e como desenvolver!

2. Tenha hobbies

Quais são as coisas que você mais gosta de fazer? Pense em atividades que te trazem uma sensação de conforto e bem-estar.

Em seguida, tente incluí-las em sua rotina. Envolver-se nessas atividades pode ser uma forma de recarregar a sua energia, e produzir emoções positivas.

Lembre-se de que os hobbies só precisam fazer sentido para você. Para alguns, pode ser ler bons livros de ficção. Já outros preferem tocar um instrumento musical, ou até praticar caminhadas em um parque. 

Teste e encontre aquilo que funciona para você.

Leia também: 8 benefícios da leitura para a saúde mental que você precisa conhecer!

3. Cultive vínculos significativos

No livro “Solo: Como ser feliz em uma vida inteiramente sua”, o cientista comportamental Peter McGraw oferece dicas para cultivar relacionamentos gratificantes, e criar uma rotina rica e agradável mesmo sem companhia alguma.

Segundo o autor, os “Solos” são pessoas que optam por levar suas vidas de forma autêntica, proposital e apaixonada, fora dos limites dos rótulos de relacionamentos tradicionais. Eles se veem como pessoas completas.

Mesmo vivendo sozinhos, os Solos cultivam vínculos significativos, tendo pessoas para compartilhar experiências. McGraw explica:

Os Solos adoram a autonomia, a independência e a autossuficiência, mas não deixam de se conectar com a comunidade. Buscam satisfazer as próprias necessidades e veem os relacionamentos – românticos ou platônicos – como um meio de melhorar, e não consertar, a vida. Nem todos os solteiros são Solos e nem todos os Solos são solteiros. Ser um Solo não tem nada a ver com o estado civil. Os Solos podem entrar e sair de relacionamentos sem perder a identidade” (MCGRAW, 2024; destaques nossos).

4. Defina objetivos

Entendendo quais são seus interesses e aspirações mais genuínos, você pode concretizá-los, vivendo uma vida com propósito

Para isso, tente definir objetivos:

  • O que você pretende realizar? 
  • O que te traz propósito? 

As respostas para estas questões variam de acordo com cada pessoa. Tente respondê-las de acordo com aquilo que você quer de verdade, e não com o que acha que é esperado de você.

Com os objetivos definidos, você pode traçar planos para alcançá-los. 

Confira também: 10 dicas para ter uma vida mais feliz!

5. Busque aprender coisas novas

Sabe aqueles assuntos sobre os quais você sempre quis aprender, e acabou adiando pelas circunstâncias da sua vida? Uma excelente forma de desfrutar da sua própria companhia é aprendendo coisas novas.

Neste percurso, você pode adquirir novas habilidades, que têm o potencial de se tornar hobbies, trazendo sensações boas para a sua rotina. Por exemplo, aprender a cozinhar, pintar, ou estudar um novo idioma. 

Durante o processo de aprendizado, você também pode conhecer novas pessoas, trocar conhecimentos, e criar vínculos significativos. 

Esperamos que você tenha gostado deste artigo sobre como ser feliz sozinho. Continue no nosso blog, e veja este post com os 10 melhores livros de desenvolvimento pessoal!

Você também pode gostar

Pesquisar

Artigos em destaque