7 dicas para preparar seu cronograma de estudos OAB. Confira!

Neste artigo, você vai descobrir 7 dicas sobre como montar um bom cronograma de estudos OAB. Continue a leitura!
cronograma de estudos OAB: celular com calendário

Se você está estudando para o exame da OAB, sabe que tem pela frente uma missão complexa. A prova requer uma sólida preparação dos candidatos, que devem ter disciplina e organização. Você sabia que uma das formas mais eficientes de organizar esta rotina é por meio de um cronograma de estudos OAB

Afinal, o exame da Ordem exige que o examinando estude uma grande quantidade de matérias jurídicas. Na OAB 1ª fase, são 80 questões sobre diversas disciplinas do Direito. Para ser aprovado, o estudante deve acertar pelo menos metade da prova.

A segunda fase OAB, por sua vez, é composta por quatro questões discursivas e a redação de uma peça profissional. Esta fase é especializada em uma disciplina, escolhida pelo candidato.

Dessa forma, é indispensável que o estudante se organize, a fim de dar conta de todos estes conteúdos. Estruturar um cronograma de estudos é uma forma eficiente de garantir que você contemple os principais assuntos da prova durante a sua preparação.

Por meio dele, você lista tudo o que tem que estudar, estabelece prioridades, organiza os horários, programa as pausas, e vai se reajustando, conforme passam as semanas.

Neste artigo, você vai descobrir como montar um bom cronograma de estudos OAB. Mostraremos a importância desta programação, e listaremos dicas para você realizá-la da forma mais eficiente. Boa leitura!

O que é um cronograma de estudos?

O cronograma de estudos é um método de organização da sua rotina. Por meio dele, você define uma programação para se preparar para a prova da OAB, utilizando seu tempo de forma eficiente.

Afinal, com frequência, o estudante de Direito concilia a preparação para o exame da Ordem com muitas outras atividades, como a graduação, e até mesmo estágios. O tempo para estudar é reduzido, de modo que deve ser aproveitado da melhor maneira.

O cronograma ajuda os graduandos a organizar o estudo de forma eficaz. Ele define as prioridades, lista os materiais de consulta, e encaixa períodos com os livros ao longo de sua rotina. 

banner e-book Guia de Estudos OAB: clique para baixar!

Qual a importância de um cronograma de estudos para a OAB?

Antes de começar a estudar para a OAB, pode ser que você se sinta perdido, com a grande quantidade de conteúdos que deve dominar.

Por isso, o cronograma de estudos é de suma importância: ele funciona como um guia, traçando uma rota para você seguir até conquistar a tão sonhada carteirinha da OAB. 

Ele vai organizar os seus dias, de modo que você consiga inserir os estudos nos períodos adequados. Também vai equilibrar isso com suas atividades essenciais e de lazer.

É comum que, depois da definição do cronograma, os estudantes se sintam mais seguros em relação à sua preparação. Isso porque eles já têm uma programação de todos os conteúdos que devem estudar, e sua distribuição apropriada ao longo das semanas.

Assim, só é necessário começar a maratona, seguindo a rota traçada pelo cronograma.

Veja também: Prova OAB 2023: Confira o guia definitivo do exame e garanta a sua aprovação!

Como montar um cronograma de estudos para a OAB? Confira 7 dicas

Agora que você conhece a importância do cronograma de estudos OAB, pode se perguntar qual é a melhor maneira de estruturá-lo.

Os cronogramas podem ser feitos para diferentes períodos: você pode planejar um mês inteiro, ou uma semana. 

Na lista abaixo, separamos 7 dicas para você organizá-los:

  1. Liste todas as matérias que você deseja estudar;
  2. Separe bons livros;
  3. Programe os horários de estudo;
  4. Defina prioridades;
  5. Separe um tempo para o lazer;
  6. Distribua os conteúdos ao longo da semana;
  7. Faça ajustes.

Entenda em detalhes:

1. Liste todas as matérias que você deseja estudar 

A primeira dica é listar todos os conteúdos que você deseja estudar no período definido pelo seu cronograma, que pode ser um mês ou uma semana.

Você pode selecioná-los a partir das aulas de seu curso preparatório. Muitas vezes, estes cursinhos são estruturados a partir dos assuntos mais cobrados no exame da OAB.

Ou também você pode consultar o edital da prova, que lista todos os temas que podem cair nas questões.

2. Separe bons livros

Com a lista de assuntos para estudar, você deve em seguida separar bons livros de Direito, que vão servir de apoio aos seus estudos.

Lembre-se de selecionar obras focadas na prova da OAB, que contenham teoria e exercícios para você praticar. Livros esquematizados, com recursos gráficos que facilitam a memorização, e linguagem acessível, são boas escolhas. 

Além disso, você vai precisar de um Vade Mecum, e poderá utilizá-lo como material de consulta na segunda fase da prova.

Na lista abaixo, separamos alguns livros para OAB, que obedecem aos critérios anteriores:

Leia também: Conheça a Coleção Esquematizado e estude de forma assertiva!

3. Programe os horários de estudo

Analise a sua rotina, e verifique quais são os horários livres para os estudos. Leve em consideração o tempo que você gasta na faculdade, trabalho e nos deslocamentos.

É essencial que você seja realista. Isto é, não tente fazer uma programação muito pesada, com muitas horas de estudo seguidas, e sem tempo para pausas e lazer. 

Lembre-se de que a preparação é longa, e se você se sobrecarregar, provavelmente estará muito cansado no final dela. Além disso, pode ser que você não dê conta do cronograma, o que fará com que você se sinta frustrado e desmotivado.

Depois de feita a análise, anote os horários em que estudará em cada dia da semana.

4. Defina prioridades

Lembra da lista com os conteúdos que você deseja estudar? Agora é hora de definir prioridades

Dê mais urgência às matérias que você tem mais dificuldade e também àquelas que têm um maior número de questões na prova. Estas, portanto, devem ter uma prioridade mais elevada. 

5. Separe um tempo para o lazer

É muito importante que o seu cronograma contemple atividades de lazer. Afinal, o descanso é essencial para você recuperar suas energias e ter gás para cumprir seu planejamento.

Então, também reserve períodos de tempo livre para a diversão. Você pode fazer exercícios físicos, ouvir música, ler livros de ficção, e também assistir a filmes e séries.

Encontre o seu jeito particular de recarregar e o insira em sua rotina.

6. Distribua os conteúdos ao longo da semana

O próximo passo é distribuir os conteúdos nos horários destinados aos estudos. Resolva primeiro aqueles de maior prioridade, colocando-os no início da semana ou do mês. Isso deixará você mais tranquilo para resolver os assuntos mais fáceis.

Esta distribuição materializa, finalmente, o seu cronograma. Você pode utilizar mídias diferentes para fazê-lo, de acordo com a sua preferência.

Por exemplo, materiais físicos, como agendas e planners. Ou digitais, como sites e aplicativos especializados. O importante é que você tenha como consultar o cronograma com facilidade, e saiba o que estudar naquele horário específico.

Conforme for completando as tarefas, risque-as de sua programação.

7. Faça ajustes

Por fim, é importante que você faça ajustes no seu cronograma. Ao final do período planejado, faça um balanço. Pergunte-se o que está funcionando e aquilo que pode ser aprimorado.

Você está reservando tempo suficiente para estudar as matérias? Está com dificuldades em um assunto específico e deve dar maior prioridade a ele? O tempo de lazer está adequado? 

Estas são algumas perguntas norteadoras para a sua revisão. A partir da resposta a elas, você sabe se deverá ajustar a sua programação. 

Não tenha medo de reprogramar a rota, caso seja necessário. O cronograma deve ser flexível.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo sobre o cronograma de estudos OAB. Que tal também conferir este post e descobrir como escolher o livro ideal para a 1ª fase da OAB?

Você também pode gostar

Artigos em destaque